Vida Conectada é um projeto de divulgação científica, baseada na minha dissertação “Algoritmização das relações sociais em rede, produção de crenças e construção da realidade“, pois acredito que a ciência pertence à humanidade. Aqui estou falando com o público em geral, desde o mais humilde ao mais capacitado cidadão. 

Estamos no século XXI, e os ciclos tecnológicos estão cada vez mais curtos, vivemos numa era exponencial, e não faz mais sentido aguardar até dois anos para ter uma pesquisa divulgada, nem mesmo um ou dois meses. Se não mudarmos a forma de divulgar a ciência, nos tornaremos cientistas obsoletos, atuando como verdadeiros profissionais da autópsia cientifica. Imagine no cenário descrito por Sandra Peter e Dirk S. Hovorka no artigo “How Future is Done”, onde eles propõem que as pesquisas passem a extrapolar para o futuro..

À medida que as tecnologias e os sistemas humanos se tornam cada vez mais impactantes e difundidos, os resultados inesperados muitas vezes levam os pesquisadores a realizar “autópsias de pesquisa” para determinar o que deu errado. Apesar da preocupação em torno das tecnologias disruptivas e da crescente complexidade, interdependência e volatilidade dos ambientes de negócios, os acadêmicos permaneceram orientados a pesquisar o aqui-e-agora e assumir uma extrapolação do presente para o futuro. (PETER, Sandra; HOVORKA, Dirk S. 2019, Tradução Nossa)

Referências

HOVORKA, D. S.; PETER, S. How the Future is Done. In: 52nd Hawaii International Conference on System Science, 2019. ISBN: 9780998133126.

Publicações recentes do projeto Vida Conectada

Veja todas as publicações aqui.

%d blogueiros gostam disto: